abril 19, 2016

O que podemos fazer para criar crianças felizes e saudáveis?

O temperamento de uma criança reflete um sistema de circuitos emocionais inatos específicos no cérebro, um esquema de sua expressão emocional presente e futura, e de seu comportamento. Estes podem ser adequados ou não, por isso a educação deve se tornar um apoio e um guia para elas. Para alcançar uma saúde emocional ideal, devemos mudar a forma como se desenvolve o cérebro das crianças.

abril 18, 2016

As crianças amadas se tornam adultos que sabem amar

Nossas primeiras experiências com o mundo marcam o início do nosso desenvolvimento emocional. Na infância se tece uma rede que conectará nossa mente e nosso corpo, o que determinará em grande parte o desenvolvimento da capacidade de sentir e de amar. 
Neste sentido, nosso crescimento emocional dependerá dos nossos primeiros intercâmbios emocionais, que nos ensinarão o que ver e o que não ver no mundo emocional e social no qual nos encontramos. 

abril 04, 2016

Como a legislação assegura a inclusão dos alunos com deficiência

Confira as principais leis sobre a Educação para crianças com necessidades educacionais especiais

É fundamental entender o que determina a Lei Brasileira de Inclusão e exigir que todos os seus itens sejam cumpridos. Segue uma lista de links com as principais leis. Confira!

março 22, 2016

Incentivar a autonomia é fundamental para o desempenho cognitivo da criança

Pesquisa canadense mostra que, quando as mães dão suporte para que a criança possa realizar atividades sozinha, há uma melhora em sua capacidade de resolver problemas, na memória e no pensamento

Você faz tudo para o seu bebê? Tudo até encaixar um bloco de brinquedo que ele não está conseguindo? Veja só: um estudo realizado na Universidade de Montreal com 78 mães e filhos mostrou que, quando elas dão autonomia às crianças, há um impacto positivo na função executiva, um dos pilares do desenvolvimento cognitivo. Essa função engloba a memória de trabalho, raciocínio, capacidade de resolução de problemas e flexibilidade de tarefas, além da capacidade de planejamento e execução de atividades.

março 21, 2016

O brincar desenvolve a aprendizagem: atividades lúdicas e intervenções neuropsicopedagógicas

A Psicopedagogia e a Neuropsicopedagogia utilizam diversas atividades lúdicas para promover a aprendizagem, seja em consultório ou no ambiente institucional.
O momento da brincadeira é uma oportunidade de desenvolvimento para a criança, por isso podemos afirmar que o brincar desenvolve a aprendizagem. Através da ação do brincar a criança aprende, experimenta o mundo, possibilidades, relações sociais, elabora sua autonomia de ação, organiza emoções, amplia sua capacidade cognitiva e psicomotora; além de desenvolver, também, a aprendizagem da linguagem. 

✏ Segue algumas sugestões de situações de aprendizagens para ampliar o desenvolvimento do raciocínio lógico, orientação espacial, funções executivas e atenção. ‪#‎cognição ‪#‎desenvolvimentohumano ‪#‎aprendizagem ‪#‎psicopedagogia #‎neuropsicopedagogia